Perspectiva de Bento XVI sobre o desenvolvimento humano integral

thumb-membro

Jorge Pires Ferreira

Professor, Teólogo e Jornalista
"No documento Caritas in veritate são abordados assuntos como a globalização, o trabalho ou ambiente numa visão humanista"

Publicado a 11 Maio 2010 em Sociedade

Resumo

Bento XVI publicou no dia 29 de Junho de 2009 a encíclica Caritas in veritate (Caridade na verdade). Na carta propõe-se contribuir para o desenvolvimento humano integral, apelando à “caridade na verdade” não só nas micro-relações estabelecidas entre amigos, na família, no pequeno grupo, mas também nas macro-relações, isto é, nos relacionamentos sociais, económicos e políticos de grupos, instituições e mesmo nações.

O documento insere-se num corpus de textos papais, iniciado em plena Revolução Industrial e denominado doutrina social da Igreja.

O pensamento social da Igreja, de que Bento XVI é herdeiro e, com esta encíclica, continuador, alicerça-se num humanismo cristão que não abdica da fé mas também nunca exclui, pelo contrário, supõe, a razão. Nesse sentido, pode constituir uma plataforma de diálogo para várias concepções sobre o desenvolvimento sócio-económico.

No ano da visita de Bento XVI a Portugal – algo que diz mais respeito aos crentes, mas que também tem ressonâncias para lá das fronteiras da Igreja – será de lamentar se o barulho mediático ocultar a sua contribuição mais reflectida para o mundo em que vivemos.

Participe na discussão

O Contraditório confere a todos os utilizadores o direito de acederem, rectificarem e eliminarem os respectivos dados pessoais. Os dados recolhidos destinam-se apenas à identificação do autor da mensagem.


Código de validação